sexta-feira, 1 de abril de 2011

Atividades sobre atualidades

1-) Durante um encontro realizado em abril de 2010, os representantes dos países membros do BRIC anunciaram a intenção de implementar transações comerciais em moeda local. Isso significa que:

  1. Os países membros pretendem criar uma moeda própria única para realizar suas transações comerciais.

  2. Assim como foi criado o euro na Europa, os países integrantes do BRIC pretendem criar uma moeda própria para todos os emergentes.

  3. Brasil, Rússia, Índia e China querem efetuar suas transações comerciais sem a intermediação do dólar ou do euro.

  4. Um novo mercado comum se inicia com a criação de uma organização formada pelas maiores economias do mundo.

  5. Os integrantes do grupo – Brasil, Rússia, Índia e China – vão negociar internacionalmente, tomando como base apenas suas próprias moedas.


2-) Apesar de estarmos longe de um grande conflito internacional generalizado, como aconteceu em dois momentos no século XX, tornando-se conhecidos como 1ª e 2ª Guerras Mundiais, existem hoje, no planeta, diversos conflitos localizados que muito preocupam as autoridades internacionais. Sobre estes conflitos, não se pode afirmar que:

  1. Os separatistas bascos que habitam a região localizada entre a Espanha e a França organizaram o ETA (Pátria Basca e Liberdade), que luta pela independência do País Basco, utilizando ações consideradas terroristas por diversos povos.

  2. Com a dissolução da Iugoslávia – país multiétnico que tem hegemonia dos sérvios –, na década de 90, eclodiram diversos conflitos, lutas por independência e por separação, envolvendo as seis repúblicas e duas regiões autônomas (Kosovo e Vojvodina) que compunham esse país.

  3. Considerada a maior etnia sem Estado do mundo, os curdos, que ocupam territórios da Turquia, Iraque, Síria, Irã e Armênia lutam pela formação do Estado Curdo, o Curdistão.

  4. Na Federação Russa ocorrem diversos conflitos étnicos, como por exemplo, nas repúblicas da Chechênia e do Daguestão, ambas de maioria muçulmana, que exigem a formação de um Estado Islâmico independente.

  5. Confrontos decorrentes do expansionismo e de invasões estrangeiras, como por exemplo, os que tem ocorrido no Oriente Médio, envolvendo Israel, Palestina, Síria, Líbano, Egito e Jordânia ocorrem porque os libaneses lutam pelo reconhecimento e pela demarcação de fronteiras que configurem um Estado independente.


3-) “A erupção do vulcão na geleira Eyaljallajokull, na Islândia, ocorrida neste primeiro semestre de 2010, causou problemas ao tráfego aéreo na Europa e expectativas quanto a um fenômeno que, em tempos de grande alerta ambiental em relação ao clima, seria positivo. No entanto, cientistas atestaram que esta erupção foi pequena demais, não produzindo enxofre suficiente. Além disso, informaram que sua pluma circundou a uma altitude baixa demais para ter qualquer impacto climático. Bem diferente da erupção ocorrida em 1991, no Monte Pinatubo, nas Filipinas que gerou efeitos significativos quanto ao clima da Terra”.

O texto anterior trata do fenômeno de:

  1. Refrigeração do clima da Terra em função da camada de partículas esbranquiçadas de dióxido de enxofre e cinzas vulcânicas que se formam na estratosfera e refletem parte dos raios solares, impedindo que a radiação atinja o solo.

  2. Aquecimento do clima da Terra devido ao lançamento de gases à camada de ozônio, tais como o dióxido de carbono e enxofre, responsáveis pelo aumento do “buraco de ozônio” já existente na Antártida.

  3. Redução dos processos de desertificação, já que os gases lançados pelas erupções se diluem na troposfera, aumentando a umidade do ar em todo o planeta, gerando maior concentração de água em regiões de altas temperaturas, como os desertos.

  4. Enriquecimento dos solos com a superficialização de nutrientes advindos de lavas vulcânicas oriundas de camadas significativas do interior da Terra.

  5. Poluição atmosférica gerada pela evaporação de gases advindos das explosões vulcânicas responsáveis por equilibrar as temperaturas do planeta, gerando uma filtragem dos raios emitidos pelo Sol à superfície terrestre.


4-) Após a cúpula do G20 em Toronto, Canadá, os líderes mundiais se comprometeram em cortar à metade os déficits até 2013, e estabilizar a relação entre a divida e o PIB (Produto Interno Bruto) até 2016. O compromisso assumido pelas principais economias do mundo gerou:

  1. Preocupação nos mercados com o futuro do crescimento econômico global, já que os analistas não sabem responder se a promessa vai restaurar a estabilidade fiscal ou prejudicar o crescimento.

  2. Animação no mercado internacional coma as medidas estabelecidas na cúpula, resultando na geração de estabilidade nas principais bolsas de valores do planeta.

  3. Insatisfação das principais corporações financeiras do planeta, principalmente as norte-americanas, que veem com a medida, a evasão de solicitação de créditos pelas principais economias mundiais.

  4. Menos preocupação com o futuro de um mundo pós-crise financeira global que está apresentando, com essa medida, uma melhor coordenação política e harmonia internacional.

  5. Sucesso ao marcar um ponto de virada muito necessário para a economia global que está desacelerada e com desemprego persistentemente alto nos países industriais.


5-) “Considerada uma das vitrines do governo federal, orçada em cerca de R$ 19 bilhões, a segunda maior obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é alvo de contestações por parte de moradores locais, especialistas e entidades nacionais e internacionais. Com o apoio de artistas, como o diretor James Cameron (Avatar) e a atriz Sigourney Weaver, que participaram de protestos em Brasília, eles criticam a viabilidade econômica da obra, o impacto para comunidades indígenas e temem a seca, em parte do rio”.

O texto da questão trata especificamente da:

  1. Usina Nuclear Angra III, que será construída no mesmo local onde já se encontram em funcionamento as unidades I e II.

  2. Transposição do Rio São Francisco, que levará água às regiões secas do Nordeste, promovendo novas frentes de irrigação.

  3. Estação Fiscal do Amazonas, que será um centro de controle e proteção da Floresta destruída em sua área central, com unidades instaladas em todas as áreas limítrofes, causando muito desmatamento.

  4. Hidrelétrica de Belo Monte, segunda maior usina do Brasil a ser construída no rio Xingu, Pará.

  5. Ferrovia Transnacional Sulamericana, que possibilitará o escoamento de mercadorias brasileiras ou peruanas, tanto no oceano Pacífico quanto no Atlântico.


6-) Os representantes dos 47 países reunidos na Cúpula de Segurança Nuclear realizada em abril de 2010, em Washington (EUA), se comprometeram em proteger “todo o material nuclear vulnerável em quatro anos”. No evento, os líderes reafirmaram que os materiais nucleares são de responsabilidade “fundamental” dos Estados e ressaltaram que o urânio alamente enriquecido e o plutônio refinado em particular, requerem medidas especiais de proteção. A Cúpula foi organizada pelos EUA que vem demonstrando grande preocupação com as operações, especialmente de duas nações. Assinale-as:

  1. Rússia e Irã.

  2. Irã e Coreia do Norte.

  3. China e Coreia do Norte.

  4. Brasil e Venezuela.

  5. Israel e Palestina.


7-) Problemas decorrentes de chuvas fortes ou secas prolongadas vem causando grandes prejuízos como moradias e todos os pertences. Um exemplo ocorreu em junho deste ano, com enchentes em alagoas e Pernambuco. Nestes casos, tem se tornado uma prática constante a liberação do seguinte benefício para as vítimas:

  1. Pis/PASEP

  2. 13º Salário

  3. Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

  4. Bolsa Auxílio ao Desabrigado

  5. Férias Prêmio


8-) A violência no trânsito, os movimentos sociais que reagem violentamente quando um serviço público não funciona corretamente e os atos violentos cometidos pelos agentes do tráfico de drogas são exemplos da violência urbana. A cidade do Rio de Janeiro tem vivido, nos últimos meses, situações de violência que geram um clima de insegurança coletiva. Entre as razões para essa insegurança temos, exceto:


  1. Os movimentos de guerrilha urbana com conotação ideológica.

  2. O esgarçamento do tecido social motivado pela segregação sócio-espacial.

  3. A ação dos grupos que trabalham no varejo da droga e que se apóiam logisticamente nos espaços das favelas.

  4. A pobreza crônica e sem alternativas que alimenta o tráfico em suas diferentes escalas.


9-) A cidade sempre foi vista pela maioria dos planejadores simplesmente como uma área antinatural. Poucos procuraram encará-la como célula integrante de um ecossistema. Sol, chuva, fluxo e refluxo dos rios e córregos integram esse ecossistema. Grandes cidades brasileiras continuam a conviver com o paradoxo: enchentes e racionamento d'água.

(Adaptado de SCARLATO, Francisco C. e PONTIN, Joel A. O ambiente urbano)

A respeito das enchentes que ocorrem no Rio de Janeiro, analise as afirmativas a seguir:

  1. são causadas pela ocupação de fundos de vale, que antes eram áreas naturais de inundação.

  2. são causadas pela impermeabilização do solo, decorrente da expansão asfáltica urbana, impedindo a infiltração da água e obriga a correr para os rios e córregos.

  3. são causadas pela canalização de rios e córregos, que aumenta a velocidade de escoamento da água para os coletores finais.

  4. são agravadas pelo despejo de lixo em ruas e canais, que entopem os sistemas de dispersão d'água.

Estão corretas as afirmativas:

  1. I e II.

  2. II e III.

  3. I e IV.

  4. II, III e IV.

  5. I, II, III e IV.


10-) PUC-SP (2009 - adaptada) É comum encontrar, nas referências sobre a urbanização no século XX, menções ao fato de ela ter sido fortemente marcada pela metropolização. De fato, as metrópoles são fundamentais para se entender a vida urbana contemporânea. A respeito das metrópoles modernas brasileiras, pode-se afirmar que:

  1. não são aglomerações tão grandes quanto às de outros países, porque elas são fragmentadas em vários municípios, como no caso do Rio de Janeiro.

  2. são configurações cujas dinâmicas, em alguns casos, levaram seus limites para além do núcleo municipal de origem, formando aglomerações multimunicipais.

  3. elas são aglomerações modestas em razão da inviabilidade de se administrar em países pobres áreas urbanas de grande porte.

  4. apenas uma delas pode ser considerada de fato metrópole, logo, não se pode afirmar que no Brasil houve uma urbanização metropolitana.

  5. elas estão com seu crescimento paralisado, sofrendo, em alguns casos, encolhimento, em função de novas políticas de planejamento.


11-) UFBA (2008 – adaptada) Mais de 40% de toda a energia consumida no planeta tem como origem o petróleo e seus derivados. Depender tanto de uma única fonte de energia é arriscado, ainda mais quando essa fonte não é renovável e já está próxima da escassez, além de ser altamente poluente.

Nas décadas de 1970 e 1980, o preço do petróleo subiu por causa de conflitos entre os países produtores do Oriente Médio e os países desenvolvidos. Superada a fase aguda dos problemas, os preços baixaram. Agora, a alta dos preços é estrutural: o consumo aumentou e a disponibilidade não acompanhou. (MATRIZ..., 2007, p. 155).

Considerando-se as informações do texto e os conhecimentos sobre petróleo – organização, oferta, preços, refino e problemas – no Brasil e no mundo, considere as proposições a seguir:

  1. A Petrobras é uma sociedade anônima de capital aberto, que produz derivados de petróleo, combustíveis, lubrificantes, insumos para a indústria petroquímica e de fertilizantes, gás natural e outras formas de energia.

  2. O Brasil atingiu, em 2002, a autossuficiência e, assim, o país deixou de importar petróleo já que todas as refinarias nacionais estão adaptadas para o refino da produção.

  3. A maior parcela da extração brasileira ocorre em solo marítimo do Estado do Rio de Janeiro, por meio de plataformas; e a Petrobras é uma das líderes mundiais na tecnologia desse tipo de exploração em águas profundas.

  4. A Petrobras, logo depois de sua constituição, em 1955, instalou as refinarias de Duque de Caxias e de Paulínia, para aproveitar ao máximo o óleo leve da Bacia de Campos.

  5. A forte instabilidade política, reinante no Oriente Médio, nos últimos anos, tem levado os países desenvolvidos a diversificar suas fontes de fornecimento de petróleo, antes concentradas na Arábia Saudita e em áreas próximas ao Golfo Pérsico.

  6. A autossuficiência do Brasil quanto ao petróleo se dá no seu refino, não em sua extração.


12-) O movimento denominado “Abril Vermelho” que ocorre no Brasil, durante o mês referido, há mais de uma década, tem como pratica e organização:

  1. Onda de invasões a propriedades rurais e edifícios públicos em todo o Brasil, lideradas pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

  2. Greve geral de operários do setor de construção nas principais indústrias brasileiras, lideradas pelo sindicato dos trabalhadores.

  3. Paralisação gela dos profissionais de educação das redes federais, estaduais, e municipais em reivindicação dão reajuste em maio (data base), liderado pelos Sindicatos dos Professores.

  4. Manifestações pacíficas realizadas em grande maioria das cidades brasileiras, em defesa da preservação ambiental, lideradas pela ONG WWF.

  5. Caminhadas urbanas pelas principais avenidas das capitais brasileiras em protesto contra a violência, lideradas pelas pastorais de todo o Brasil.


13-) A origem do termo “favela” remete-se à Guerra de Canudos: a “cidade” de Canudos foi construída junto a alguns morros, entre eles o Morro da Favela, assim batizado em virtude de uma planta (chamada de favela) que encobria a região. Sobre o processo de favelização do Rio de Janeiro, marque a sentença errada:

  1. Os soldados que foram para a guerra, ao regressarem ao Rio de Janeiro em 1897, deixaram de receber o soldo, instalando-se em construções provisórias erigidas sobre o Morro da Providência.

  2. O grande contingente de ex-escravos em busca de moradia e ainda sem acesso à terra, principalmente após a abolição, provocou a ocupação informal em locais desvalorizados.

  3. As reformas urbanas promovidas pelo então prefeito Pereira Passos entre 1902 e 1906 foi conhecido como "Bota abaixo".

  4. Estudiosos e especialistas apontam que a principal solução para o problema das favelas é a erradicação das favelas e sua completa “extinção”.

  5. a Rocinha, bem como outras favelas, é um dos maiores currais eleitorais do Rio de Janeiro.


14-) (Banco do Brasil-2010) Em termos de política externa, o governo brasileiro tem sido duramente criticado por algumas de suas ações e/ou omissões, dentre as quais cita-se:

  1. A permanência de tropas brasileiras no Haiti, após o terremoto que devastou parte do país em dezembro de 2009.

  2. O apoio incondicional ao golpe de Estado em Honduras, que resultou na deposição do Presidente e novas eleições.

  3. O fato de o Presidente Lula, em visita a Cuba, não se solidarizar com os presos políticos, comparando-os a presos comuns

  4. A morosidade no processo de votação sobre a adesão da Venezuela como membro pleno do Mercosul.

  5. A negativa do Itamaraty em aceitar as decisões da Conferência da ONU sobre mudanças climáticas (COP-15) em dezembro de 2009.


15-) (Mackenzie 2010) Em 2003, o governo russo convocou um plebiscito para definir o futuro político da Chechênia. A grande maioria dos votantes apoiou a permanência da Chechênia no interior da Federação Russa. Esse resultado foi entendido pelo governo russo como apoio explícito dos chechenos às propostas de Moscou, que tem interesses para manter esse território sob seu controle.

A respeito desses interesses, analise as afirmativas abaixo.

  1. Interesse ambiental, pelo território em que se encontra, às margens do Mar de Aral, fonte de recurso hídrico para o abastecimento de água potável à população urbana de Moscou.

  2. Interesse econômico, por ser esse território cortado por dutos, levando o petróleo extraído na bacia do Mar Cáspio para os portos russos do Mar Negro.

  3. Interesse geopolítico, pois uma Chechênia independente estimularia outras repúblicas autônomas da Federação Russa a tentar seguir o mesmo caminho.

  4. Interesse cultural-religioso, pois uma Chechênia livre promoveria o recrudescimento do fundamentalismo islâmico na região, levando grupos de fanáticos a se expandirem por outras áreas autônomas da Rússia asiática.

Estão corretas:

  1. I e II, apenas.

  2. II e III, apenas.

  3. I, III e IV, apenas.

  4. III e IV, apenas.

  5. I, II, III e IV.


16-) (Unesp 2010) Correlacione os conceitos a seguir:

  1. Urbanização;

  2. Rede urbana;

  3. Hierarquia urbana;

  4. Polarização; e

  5. Metrópole.


( ) As aglomerações urbanas mantêm e reforçam os laços interdependentementes entre si e com outras áreas que elas atraem. Estas áreas que sofrem atração podem, às vezes, pertencer a regiões homogêneas diversas. Estas áreas criam um sistema urbano regional mais bem definido. Portanto, as regiões, de forma geral, nada mais são que recortes territoriais destas áreas.

( ) A característica marcante da estrutura dos sistemas de cidades que varia de acordo com seu tamanho, com a extensão de sua área de influência espacial e com a sua qualidade funcional no que se refere aos fluxos de bens, de pessoas, de capital e de serviços. No esquema atual das relações entre as cidades, uma vila pode se relacionar diretamente com a metrópole nacional, ao contrário do esquema clássico, onde a vila se relaciona, primeiramente, com a cidade local, depois com o centro regional, e em seqüencia, com a metrópole regional e nacional.

( ) O processo vinculado às transformações sociais que provocam a mobilização de pessoas, geralmente, de espaços rurais para centros urbanos. Essa mobilização de pessoas é motivada pela busca por estratégias de sobrevivência, visando à inserção no mercado de trabalho bem como na vida social e cultural do centro urbano.

( ) O conjunto articulado ou integrado de áreas urbanas que cobrem um determinado espaço geográfico e que se relacionam continuamente.

( ) O termo empregado para cidade central de uma determinada região geográfica, densamente urbanizada, que assume posição de destaque na economia, na política na vida cultural, etc. A mancha urbana é formada, geralmente, por cidades com tendência ao fenômeno de conurbação. Vários municípios formam uma grande comunidade, interdependente entre si e com a preocupação de resolver os problemas de interesse comum.

A sequência correta obtida a partir da correlação entre os conceitos e as definições é:

  1. I, II, IV, V, III.

  2. II, V, I, III, IV.

  3. IV, III, I, II, V.

  4. III, IV, I, II, V.

  5. IV, I, V, II, III.


17-) As afirmativas citadas foram proferidas em genebra, na suíça, em abril de 2010, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) reuniu um comitê de especialistas para avaliar a gestao internacional da gripe H1N1. Observe:

“Houve informações, rumores, muita especulação e criticas em inuveras mídias” (Keiji Fukuda – Consellheiro especial da OMS para as gripes)

“É muito difícil corrigir as ideias erradas uma vez elas circulem pela internet e redes sociais” (David Heymann – ex-chefe de doenças contagiosas da OMS)

As críticas proferidas pelos especialistas e ratificadas pela OMS diziam respeito às novas mídias, conhecidas como redes sociais, tais como:

  1. Emissoras de radio e TV

  2. Diários impressos e portais de noticias

  3. Twitter e blogs

  4. Revistas e e-mails

  5. Panfletos e Pop-ups


18-) Obama, Prêmio Nobel da Paz: Recompensa a uma nova visão do mundo (10/10/2009)

Passado um primeiro momento de surpresa, a concessão do Prêmio Nobel da Paz a Barack Obama tem muita lógica. Premia-se assim uma visão de mundo – e da visão dos EUA no mundo –, e não uma obra. Obama não está nem há um ano na Casa Branca, por isso ainda não é possível julgá-lo por seus resultados, mas nesse período já mudou radicalmente a musica e a letra da política internacional estadunidense. E em um sentido que não pode ser mais grato aos ouvidos dos escandinavos, dos europeus e, em geral, da maioria dos habitantes do planeta.

Interntet: HTTP://noticias.uol.com.br/ (com adaptações)

Acerca do tema abordado no fragmento acima, assinale a alternativa correta.

  1. Barack Obama, após sua posse como presidente dos EUA, reduziu substancialmente os efetivos militares estadunidenses no Afeganistão

  2. Percebe-se, no texto, que Barack Obama foi premiado pela esperança que conseguiu despertar, junto à comunidade internacional, de um mundo melhor e mais justo.

  3. A chamada “doutrina Obama” distingue-se de seu antecessor por praticar o unilateralismo militar de acordo com seus interesses, não importando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

  4. O Prêmio Nobel da Paz é concedido anualmente, pela ONU, a personalidades da sociedade civil que se destaquem por seu trabalho em prol do bem comum.

  5. Por ter adotado uma política pacifista e trabalhar pela paz entre judeus e palestinos, um dos antecessores de Obama, Bill Clinton, também foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz, na dec. de 1990.


19-) “O catecismo ambiental: Livros didáticos de Geografia adotados em escolas públicas e particulares do DF pregam uma espécie de catecismo verde. Neles conta que o mundo vai acabar em greve por causa do aquecimento global e que o principal culpado disso é o Homem. O dogma ecológico está no material usado entre o 6º e o 9º ano, séries finais do ensino fundamental”.

Darcy. Revista de Jornalismo Científico e Cultural da UnB, nº30, p.50 (adaptado)

Os termos “catecismo ambiental” e “dogma ecológico” são utilizados no texto porque:

  1. Não há nenhuma evidência de que a ação antrópica provoque qualquer alteração climática no planeta.

  2. O uso mais intensivo de tecnologias, desde a chamada Terceira Revolução Industrial, ocorrida após a 2ªGM, tem diminuído o impacto da ocupação humana sobre o meio ambiente.

  3. Não há consenso na comunidade científica acerca do real papel do Homem sobre o fenômeno do aquecimento global e sobre as alterações climáticas.

  4. Não ocorrem, no DF, grandes mudanças climáticas em virtude do ainda incipiente processo de industrialização local.

  5. A UnB defende que os recursos do planeta são finitos, mas isso não justificaria a criação de uma sensação de pânico entre os alunos.


1-C 2-E 3-A 4-A 5-D 6-B 7-C 8-A 9-E 10-B 11-VFVFVF 12-A 13-D 14-C 15-B 16-C 17-C 18-B 19-C

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário